INOVAGRI Meeting

2017 Fortaleza/Brasil 2 a 6 OUT

Palestrantes Home

snyderRichard Snyder

Ph.D. em Climatologia Agrícola pela Universidade do Estado de Iowa, Ames, Dr. Snyder possui especialidade em biometeorologia, climatologia, manejo da irrigação, modelagem de evapotranspiração, proteção contra geadas, balanço de energia em áreas irrigadas e análise de riscos climáticos. Foi um dos criadores do California Irrigation Management Information System (CIMIS). Atualmente é especialista em Meteorologia da University of Califórnia, Davis e trabalha com o Departamento de Recursos Hídricos da Califórnia em diversos Projetos.

  

DanieleZacaria.1
Daniele Zaccaria

Assistente de Extensão Cooperativa no Departamento de Terra, Ar e Recursos Hídricos, da Universidade da Califórnia, Davis, especializado em gestão da água na agricultura e irrigação. Zaccaria completou seu Ph.D em engenharia civil e ambiental na Universidade Estadual de Utah. Ele atuou como Scientific Officer no Centro Internacional de Estudos Avançados do Mediterrâneo Agronômica na Itália antes de ingressar na faculdade UC Davis em 2013. Seu trabalho se concentra em unir soluções modernas de gestão da água na agricultura para melhorar a eficiência dos recursos na agricultura irrigada. A eficiência dos recursos visa dissociar o crescimento económico encargos ambientais. Quando este conceito é aplicado à agricultura irrigada, isto exige que o projeto e gestão de sistemas de irrigação permitam aos produtores a aumentar os lucros econômicos de atividades agrícolas, sem gerar efeitos ambientais adversos. Ele ajuda os agricultores a otimizar a gestão do solo, água e energia, e encontrar as melhores práticas para irrigação eficiente e sustentável. Quando o trabalho é ao nível de distrito e de projeto, ele utiliza abordagens analíticas para a avaliação de indicadores e modernização dos sistemas de irrigação. Seu objetivo final é melhorar a gestão da água na agricultura irrigada na Califórnia, usando abordagens de resolução de problemas em cooperação com os produtores, organizações de agricultores, conselheiros municipais e órgãos de gestão da água.

  

Ayse-Kilic.1Ayse Kilic

Dra. Ayse Kilic é professora associada de Engenharia Civil e da Escola de Recursos Naturais da Universidade de Nebraska- Lincoln ( UNL). Sua pesquisa se concentra no desenvolvimento de abordagens e ferramentas baseadas em física para resolver problemas relacionados com a água, incluindo o consumo de água em grandes áreas, utilizando balanço de energia baseado em satélites. A equipe de pesquisa da Dra. Kilic mantém uma estreita parceria com os Distritos de Recursos Naturais para o desenvolvimento e aplicação do METRIC, modelo baseado em evapotranspiração por satélite. Já trabalhou com sensoriamento remoto por satélite para consumo de água de vegetação por mais de 7 anos e tem feito aplicações de evapotranspiração em três países. É membro da Equipe Científica do Landsat USGS / NASA e trabalha com o Google Earth Engine em aplicações para a gestão da água baseada em satélite. Ela ensina Hidrologia , Sistema de Informação Geográfica (SIG) e SIG em cursos de Recursos Hídricos na UNL . Dr. Kilic (anteriormente Irmak ) tem Ph.D e Mestrado em Engenharia Agrícola e Biológica. Universidade da Flórida. Gainesville , e Bacharelado em Engenharia da Irrigação e Estruturas Agrícolas, pela Universidade de Cukurova, Adana , Turquia.

  

Richard AllenRichard Allen

Richard G. Allen possui Ph.D em Engenharia Agrícola e Engenharia Civil pela University of Idaho. Atualmente é professor de Engenharia de Recursos Hídricos da Universidade de Idaho. Anteriormente foi professor na Iowa State University e mais efetivamente na Utah State University. Sua especialidade é estimativa da evapotraspiração, eficiência da irrigação e hidrologia. Autor do Manual 56 da FAO (Allen et al., 1998) e um dos autores do ASCE Practices Manual 70 “Evapotranspiration and Irrigation Water Requirements”. Dr. Allen tem se concentrado no desenvolvimento de abordagens baseadas em solucionar problemas relacionados à água na agricultura, principalmente em evapotranspiração sobre grandes áreas via imagens de satélite e desenvolve técnicas de aplicação do modelo METRIC e de outros modelos de evapotranspiração via imagens de satélite. Dr. Richard Allen trabalhou como membro do Landsat Science Team (NASA e U.S. Geological Survey), como consultor para as FAO, Organização Meteorológica Mundial, USAID e para os governos de Portugal e da Espanha. Ele tem realizado pesquisas e consultorias na Índia, Paquistão, Jordânia, Iêmen, Marrocos, Egito, Turquia, Peru, Brasil entre outros. É atualmente o nome mais citado no Google Scholar no tema “irrigation”.

  

Tangerino.1Fernando Braz Tangerino Hernandez

Graduou-se em Engenharia Agronômica (1987) e Mestrado (1991) em Agronomia (Produção Vegetal) pela Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias de Jaboticabal – UNESP (1987) e Doutorado em Irrigação e Drenagem pela Escola Superior Luiz de Queiroz – USP (1995). É Professor Titular da Universidade Estadual Paulista – Campus de Ilha Solteira. Foi Chefe do DEFERS – Departamento de Fitossanidade, Engenharia Rural e Solos no período de 2001 a 2003 e 2005 a 2009. Tem experiência na área de Engenharia Agrícola, com ênfase em Irrigação e Drenagem, atuando principalmente nos seguintes temas: sistemas de irrigação, agrometeorologia, hidrologia e fertirrigação. Leciona as disciplinas de Irrigação e Drenagem no curso de Agronomia e Manejo e Operação de Sistemas de Irrigação no curso de Pós-Graduação em Sistemas de Produção na UNESP Ilha Solteira. É Relator Ad-Hoc de algumas Revistas Técnicas brasileiras e também da FAPESP.

  
Cayle Little

Mestre pela UC Davis em Horticultura e Agronomia, onde se especializou em relações hídricas de plantas. Bacharel pela CSU em Ciências da Agricultura, e tem estado ativamente envolvido na produção agrícola. Cayle é membro cientista do Departamento de Recursos Hídricos da Califórnia no Uso da Terra e da Água. Sua principal responsabilidade inclui liderar o projeto coeficiente de cultura. Isso implica planejamento e implementação de estações, treinando e ajudando a equipe regional e colaboradores, gestão de coleta de dados, análise de dados, equipamentos de calibração, pesquisa e integração do produto. Ele também é responsável pela calibração, manutenção, pesquisa de produtos e de integração, bem como treinamento e suporte técnico dentro do programa CIMIS (ETo).

 

Eduardo-Holzapfel.1

Eduardo Holzapfel

Engenheiro Agrônomo pela Universidade de Concepción, Chile. Mestrado em Ciência da Água, Universidade da Califórnia, Davis, 1979. Ph.D. em Ciências da Engenharia, da Universidade da Califórnia, Davis, 1984. Fez pós-doutorado em otimização na gestão da água na Universidade de Córdoba, Espanha – 1988 Modelos de Simulação de sistemas de irrigação, Universidade de Hannover, Alemanha, 1990, e Modelos de Simulação de Poluição Agrícola, Universidade da Califórnia, em 2003. Ele é atualmente professor na Universidade de Concepción, Chile.

  

Wim G

Wim G.M. Bastiaanssen

É professor de contabilidade global da água para a UNESCO -IHE e professor de engenharia civil e geociências na Universidade Tecnológica de Delft, na Holanda. Wim Bastiaanssen é um especialista em tecnologias de observação da Terra, para solos, superfície terrestre e processos atmosféricos, com especialização em gestão de bacias hidrográficas e gestão da água na agricultura. Ele tem uma vasta experiência em hidrologia e sistemas de irrigação em campo e escalas regionais. Seus interesses estão em computação inteligente de pixels e utilizar essa informação espacial para diagnosticar situações de gestão de recursos hídricos, onde os dados são limitados. Ele desenvolveu o Surface Energy Balance Algorithm for Land (SEBAL), que é o Algoritmo de Balanço de Energia da Superfície para a terra, um modelo de processamento de imagem que mapeia a evapotranspiração, o crescimento da biomassa, o déficit de água e umidade do solo. SEBAL cresceu como um dos principais algoritmos mundo para uso de consuntivo da água. Mais de 1000 artigos revisados por pares referem-se ao trabalho original do SEBAL publicado no Journal of Hydrology durante 1998.

  

Christopher Neale

Christopher Neale

É professor de Engenharia de Irrigação e Diretor de pesquisa no Robert B. Daugherty Water for Food Institute  – University of Nebraska (USA). Seus interesses de pesquisa em desenvolvimento são em aplicações de sensoriamento remoto para hidrologia, agricultura irrigada e de monitoramento dos recursos naturais. Desenvolveu um sistema de sensoriamento remoto de baixo custo que tem sido utilizado recentemente para mapear energia espacialmente e evapotranspiração da vegetação ciliar e agrícolas através de monitoramento aéreo. Realizou o mapeamento e monitoramento de toda a agricultura irrigada na República Dominicana por fotografia aérea e sensoriamento remoto e o desenvolvimento de um cadastro de todos os usuários da água de irrigação em um ambiente GIS. Recentemente realizou estágio sabático, com bolsa da FAPESP, no Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Engenharia da Irrigação (INCT-EI) e no Departamento de Engenharia de Biossistemas da ESALQ/USP trabalhando o Sistema de Informação Geográfica do Projeto SAI, no Distrito de Irrigação do Baixo Acaraú, Ceará.

  

Luis AlbertoLuis Alberto Santos Pereira

O Prof. Luis Santos Pereira é Engenheiro Agrônomo pelo Instituto Superior de Agronomia, Universidade Técnica de Lisboa ( ISA- UTL) em 1969 . Tem Pós-Graduação em Operacional e Hidrologia Aplicada pelo Instituto Federal de Tecnologia de Lausanne , Suíça , de 1972. Ph.D. em Hidrologia pelo Instituto Federal de Tecnologia de Zurique , na Suíça, de 1977. Atualmente é Professor na área de Engenharia Agrícola, especialista em Irrigação, Solo e Conservação da Água e Gestão da Água no Instituto Superior de Agronomia da Universidade de Lisboa, ISA -UTL , desde 1980. Além disso, atua como Pesquisador pelo Biosystems Engineering, ISA – UTL. Pesquisador renomado e consultor internacional em vários projetos de irrigação em vários países, ele é autor de  importantes artigos em periódicos científicos internacionais. O Dr. Luis Santos Pereira é um dos autores do Manual da FAO 56 e juntamente com o Dr. Richard Allen e Dr. Dirk Raes, discutirá durante o INOVAGRI INTERNATIONAL MEETING , o passado e o futuro deste estudo que é a referência para a irrigação no mundo.

 

6184837337_b673d00f9a_z.1 Dirk Raes 

Dirk Raes é professor de irrigação na Universidade Católica de Leuven – Bélgica. Ele é especialista em evapotranspiração, balanço hídrico do solo, manejo da água na irrigação e produtividade de água das culturas. Ele viveu sete anos na África (Argélia, Senegal) trabalhando com Projetos de Irrigação e está envolvido em vários projetos internacionais, cooperando com a UNESCO (Programa Internacional Hidrológico) e FAO (Divisão de Solo e Água da Organização para a Alimentação e Agricultura das Nações Unidas). Ele atua no desenvolvimento de softwares (ETo Calculator e AquaCrop – o modelo da FAO para simular resposta da produção das culturas em relação à água), e é co-autor da Manual 56 da FAO (Evapotranspiração das Culturas: orientações para o cálculo das necessidades hídricas) “, e Nr 66:”resposta da produção de culturas de água”.

  

Luciano-Mateos Luciano Mateos

PhD em Agronomia, UCO, Espanha. Desenvolve pesquisa em engenharia, hidrologia de conservação da água de irrigação e do solo em sistemas agrícolas irrigados, em estudo das políticas e práticas de gestão de água que são de interesse social e consistente com a preservação e restauração do ambiente natural. Atua na pesquisa sobre sistemas de irrigação em grandes bacias e pequenos campos irrigados. Parte dessa pesquisa é feita nos países pobres, visando a segurança alimentar e a equidade social. Seus métodos e técnicas de pesquisa incluem testes, monitoramento “experimentos naturais”, modelagem, sensoriamento remoto, análise espacial.

  

Hans-Raj-Gheyi

Hans Raj Gheyi

Possui graduação em Agricultura – University of Udai Pur (1963), mestrado em Ciências do Solo – Punjab Agricultural University (1965) e doutorado em Ciências Agronômicas – Universite Catholique de Louvain (1974). Atualmente é professor aposentado (titular) da Universidade Federal de Campina Grande, editor chefe da Revista Agriambi da Universidade Federal de Campina Grande, professor visitante nacional sênior na UFRB. Tem experiência na área de Engenharia Agrícola, com ênfase em Engenharia de Água e Solo, atuando principalmente nos seguintes temas: salinidade, irrigação, fertilidade, relação solo-água-planta, estresse salino, tolerância de plantas a déficit hídrico, qualidade de água e reuso da água.

Jose Maria Tarjuelo.1 José Mª Tarjuelo Martín-Benito

É professor de Engenharia Agroflorestal na Faculdade de Engenharia Agrícola de Albacete e diretor do Centro Regional de Pesquisa da Água (CREA) de Castilla – La Mancha Universidade. Ele tem experiência profissional de mais de 30 anos dedicados ao ensino e pesquisa no problema de água e energia na irrigação, trabalhando para melhorar o projeto e operação de sistemas de distribuição de água e ajudando a agricultura irrigada como uma atividade sustentável. Autor de livros e monografias especializadas, geralmente em colaboração com outros autores. Ele tem mais de 100 artigos publicados (Gestão Agricultural da Água, Agronomy Journal, Ciência Irrigação, J. Engenharia de Irrigação e Drenagem, Transação de ASAE, Espanhol Journal of Agricultural Research, etc) e foi o diretor de mais de dez de doutorado.

  

Helena Gomez Helena Gómez Macpherson

Engenheira Agrônoma (Universidade de Córdoba, Espanha) e PhD em Fisiologia Vegetal (CSIRO e da Universidade Nacional da Austrália, Austrália). Realiza pesquisa participativa em agricultura de conservação do solo e da água, intensificando a produção agrícola e desenvolvimento de sistemas viáveis ​​de acordo com critérios definidos pelas partes interessadas. Em particular: i) melhoria da produção irrigada sustentável de culturas locais para aumentar a segurança alimentar em áreas de risco e, ii) o aprofundamento em sistemas de agricultura de conservação viáveis ​​no sul da Espanha e da África para a conservação da água e do solo.

  

Eduardo-Holzapfel.1Eduardo Antonio Holzapfel Hoces

Agronomist, University of Concepción, Chile. MSc in Water Science, University of California, Davis, 1979. Ph.D. Engineering Sciences, University of California, Davis, 1984. Did postdoctoral studies in optimization in water management at the University of Cordoba, Spain – 1988 Simulation Models of Irrigation Systems, University of Hannover, Germany, 1990, and Simulation Models of Agricultural Pollution, University of California, 2003. He is currently a professor at the University of Concepción, Chile.

  
Richard Allen Richard Allen

Richard G. Allen possui Ph.D em Engenharia Agrícola e Engenharia Civil pela University of Idaho. Atualmente é professor de Engenharia de Recursos Hídricos da Universidade de Idaho. Anteriormente foi professor na Iowa State University e mais efetivamente na Utah State University. Sua especialidade é estimativa da evapotraspiração, eficiência da irrigação e hidrologia. Autor do Manual 56 da FAO (Allen et al., 1998) e um dos autores do ASCE Practices Manual 70 “Evapotranspiration and Irrigation Water Requirements”. Dr. Allen tem se concentrado no desenvolvimento de abordagens baseadas em solucionar problemas relacionados à água na agricultura, principalmente em evapotranspiração sobre grandes áreas via imagens de satélite e desenvolve técnicas de aplicação do modelo METRIC e de outros modelos de evapotranspiração via imagens de satélite. Dr. Richard Allen trabalhou como membro do Landsat Science Team (NASA e U.S. Geological Survey), como consultor para as FAO, Organização Meteorológica Mundial, USAID e para os governos de Portugal e da Espanha. Ele tem realizado pesquisas e consultorias na Índia, Paquistão, Jordânia, Iêmen, Marrocos, Egito, Turquia, Peru, Brasil entre outros. É atualmente o nome mais citado no Google Scholar no tema “irrigation”.

  
Débora Costa Camargo

Engenheira Agrônoma formada pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (2008), M.Sc em Engenharia Agrícola (Irrigação e Drenagem) pela Universidade Federal do Ceará (2010) e Ph.D em Ciencia e Ingeniería Agrária pela Universidad de Castilla-La Mancha (2013). Atualmente é coordenadora de pesquisa do projeto SAI do Instituto INOVAGRI. Sua principal parte da atividade está relacionada com o uso eficiente da água e a modelação do crescimento e desenvolvimento de cultivos. Desenvolve pesquisas ligadas a solução de problemas relativos ao uso da água na agricultura, em estreita colaboração com os agentes socioeconómicos. Tem experiência na área de Agronomia, com ênfase em Engenharia Agrícola, atuando principalmente no tema de agricultura irrigada e gestão de recursos hídricos.

 

Fortaleza

Avenida Santos Dumont, 3131, Sala 802

CEP: 60150-162 | Fortaleza, Ceará

Faça uma ligação:

Telefone: (85) 3268-1597

Envie uma mensagem:

evento@inovagri.org.br

Facebook Twitter Twitter