Palestrantes

Palestrantes

Possui graduação em Agricultura - University of Udai Pur (1963), mestrado em Ciências do Solo - Punjab Agricultural University (1965) e doutorado em Ciências Agronômicas - Universite Catholique de Louvain (1974). Atualmente é professor aposentado (titular) da Universidade Federal de Campina Grande e Professor visitante na Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), editor chefe da Revista Agriambi da Universidade Federal de Campina Grande. Tem experiência na área de Engenharia Agrícola, com ênfase em Engenharia de Água e Solo, atuando principalmente nos seguintes temas: salinidade, irrigação, fertilidade, relação solo água planta, estresse salino, tolerância de plantas a déficit hídrico, qualidade de água e reuso da água.

Engenheiro Agrônomo pela Faculdade de Agronomia e Veterinária da UBA. Pós-graduação em Edafologia e Biologia Vegetal pela Universidade de Granada. Professor Associado UBA Consul. Professor-pesquisador e categoria I. Pesquisador Sênior (CONICET). Diretor da Unidade Executora INBA (CONICET / FAUBA). Licenciatura e Faculdade de Agronomia da Universidade Nacional de La Pampa. Faculdade de Ciências Exatas e Naturais, UBA. Faculdade de Agronomia, UBA.

PhD em Biologia pela Universidade Ben Gurion, no Negev, em Israel, mestrado na Universidade de Stanford, EUA. É Pesquisadora principal do CONICET com sede de trabalho no INTA. Trabalha em aspectos fisiológicos das respostas de plantas cultivadas à salinidade. Atualmente, no IFRGV, dirige o grupo que atua na tolerância à salinidade.

O Dr. Jorge FS Ferreira é formado em Engenharia Agrícola, MS em Frutas tropicais e um Ph.D. Em Horticultura pela Universidade de Purdue com ênfase em fisiologia e bioquímica de metabólitos secundários de plantas. Atualmente, Dr. Ferreira trabalha para o US Salinity Lab em Riverside, CA. Sua pesquisa centra-se nas respostas fisiológicas e bioquímicas das culturas agrícolas (como o morango e a alfafa) ao estresse da salinidade e ao uso potencial de marcadores bioquímicos para identificar a tolerância à salinidade. Ele está particularmente interessado em antioxidantes, açúcares e outros compostos que podem ser produzidos em resposta a altos níveis de estresse (sob a forma de ROS) desencadeados pela salinidade na água e nos solos.

Engenheiro Agrônomo, Universidade de Concepción, Chile. Mestrado em Ciências da Água, Universidade da Califórnia, Davis, 1979. Ph.D. Ciências da Engenharia, Universidade da Califórnia, Davis, 1984. Realizou estudos de pós-doutorado em otimização em gestão de água na Universidade de Córdoba, Espanha - 1988 Modelos de Simulação de Sistemas de Irrigação, Universidade de Hannover, Alemanha, 1990 e Modelos de Simulação de Poluição Agrícola, Universidade da Califórnia, 2003. Atualmente é professor da Universidade de Concepción, Chile.

Lineu Neiva Rodrigues é doutor em Engenharia Agrícola pela Universidade Federal de Viçosa e pós-doutor pela Universidade de Nebraska-EUA, Lincoln, em engenharia de irrigação e manejo de água. Foi consultor da Organização dos Estados Americanos (OEA) e pesquisador visitante na Universidade da Califórnia-EUA, Davis, no departamento de estudos de terra, ar e recursos hídricos, onde desenvolveu trabalho em modelagem da hidrologia de área irrigadas. Foi membro titular da Câmara Técnica de Análise de Projetos e representante do Brasil na Plataforma de Recursos Hídricos e Tecnologia de Irrigação do Programa de Cooperação para o Desenvolvimento Tecnológico Agroalimentar e Agroindustrial do Cone Sul (PROCISUR). Atualmente é pesquisador na área de recursos hídricos e irrigação e supervisor do Núcleo de Articulação Internacional da Embrapa Cerrados. É professor da pós graduação do Departamento de Engenharia Agrícola da Universidade Federal de Viçosa e da Faculdade de Ciências Agronômicas da UNESP/Botucatu. É diretor de políticas públicas da Associação Brasileira de Engenharia Agrícola, membro do Comitê gestor do Portfólio de Projetos em Mudanças Climáticas de agricultura irrigada da Embrapa. É conselheiro titular do Conselho Nacional de Recursos Hídricos (CNRH) e presidente da Câmara Técnica de Ciência e Tecnologia. Atua como consultor científico de diversos órgãos de fomento à pesquisa e revistas científicas. Coordena o grupo de pesquisa do CNPq intitulado Rede Agrohidro.

Professor adjunto A do Departamento de Engenharia Agrícola – DENA do Centro de Ciências Agrárias – CCA da Universidade Federal do Ceará – UFC na área de manejo de bacias hidrográficas. Doutor em Engenharia Agrícola (Manejo e conservação de bacias hidrográficas no semiárido) pela UFC, com período sanduíche no Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) em São José dos Campos, São Paulo (2013). Mestrado em Agronomia (Irrigação e Drenagem) pela Universidade Federal do Ceará – UFC (2008). Possui graduação em Recursos Hídricos / Irrigação pela Faculdade de Tecnologia CENTEC – Instituto Centro de Ensino Tecnológico, Unidade de Sobral, Ceará (2006).

Engenheiro Sênior, gerente do Laboratório Nacional Francês para Investigação e Testes em Equipamentos para Irrigação, Irstea (ex-Cemagref), Aix-en-provence, organizador da Rede Internacional de Testes Laboratoriais em Irrigação (INITL). B. Molle está envolvido em diversos projetos de pesquisa para entender os caminhos de sistemas de distribuição (gotejamento e aspersão) de desempenho no clima real e as condições de qualidade da água. Quanto a irrigação por aspersão, a principal área de investigação é o efeito do vento sobre a uniformidade de distribuição, por evaporação e transporte de pequenas gotículas. Este trabalho encontrou aplicações para a quantificação dos riscos associados à reutilização de águas residuais tratadas e a eficiência potencial de defensivos agrícolas por quimigação. Quanto a irrigação por gotejamento, de acordo com as pesquisas com gotejadores envelhecidos devido ao diferente tipo de entupimento (biológicos e físicos) e sua ocorrência nas condições de tensão de cisalhamento existentes dentro caminho do fluxo do gotejador. Molle também está envolvido em comitês de padronização ISO (TC23/SC18 técnicas de irrigação e ISO PC253 e Desperdício e Reuso da Água tratada para a Irrigação).

Possui graduação em Agronomia pela Universidade Federal de Viçosa (1977), mestrado em Engenharia Agrícola pela Universidade Federal de Viçosa (1979) e doutorado em Agronomia pela Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (1986). Atualmente é professor titular da Universidade de São Paulo. É o Coordenador do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Engenharia da Irrigação (INCT-EI) que tem sede na ESALQ/USP e líder do Grupo de Pesquisa do CNPq denominado de: Meteorologia, Normalização e Qualidade em Irrigação e Drenagem. Coordena o Projeto Serviço de Assessoramento ao Irrigante – SAI, projeto executado no Distrito de Irrigação do Baixo Acaraú-CE. Tem experiência na área de Agronomia, com ênfase em Irrigação, atuando principalmente nos seguintes temas: manejo da irrigação, hidráulica de sistemas de irrigação, otimização do uso da água, evapotranspiração, fertirrigação e simulação.

. Possui graduação em Engenharia Agronômica pela Universidade Federal do Ceará (1986), mestrado em Agronomia (Irrigação e Drenagem) pela Universidade Federal do Ceará (1992) e doutorado em Engenharia Agrícola pela Universidade Federal de Viçosa (2000). Ocupou o cargo de diretor da Faculdade de Tecnologia Centec - FATEC de Limoeiro do Norte, pertencente à estrutura organizacional do Instituto Centec, no período de 02/2007 a 30/03/2008. Foi coordenador de cursos de graduação e especialização em Tecnologia da irrigação na Faculdade de Tecnologia Centec, em Sobral, Ceará. Tem experiência em ensino superior e coordenação de projetos de pesquisa. Aprovou e coordenou os seguintes projetos: Curso de capacitação em gestão dos recursos Hídricos (Edital 048/2008 do CNPq), Curso de capacitação em hidrometria e gestão em recursos hídricos (Edital 037/2006 do CNPq), Laboratório de ensaios em equipamentos de irrigação (FINEP/CNPq), É orientador de alunos de iniciação científica e mestrado. Participou de várias bancas de conclusão de cursos de especialização, mestrado e doutorado. Atua na área de Engenharia Agrícola, com ênfase em Irrigação e Drenagem, principalmente nos seguintes temas: avaliação de sistemas de irrigação, gotejamento, ensaios em equipamentos de irrigação, hidráulica, hidrologia, climatologia, movimento de água no solo, biodiesel e reuso de água. Foi professor adjunto na Universidade Federal de Goiás, Campus Jataí, no período de abril de 2008 a junho de 2013 e ocupou o cargo de coordenador no curso de Agronomia de 24/09/2012 a 20/05/2013. Atualmente é professor associado na Universidade Federal de Sergipe, lotado no curso de Engenharia Agrícola. Foi editor chefe da Revista Brasileira de Agricultura Irrigada no período de 2007 a 2013. É membro do Instituto de Pesquisa e Inovação na Agricultura Irrigada - INOVAGRI. Autor dos livros" Gestão de Recursos Hídricos: conceitos e experiências em bacias hidrográficas" e "Hidráulica Aplicada às Ciências Agrárias".

 Professora associada de Engenharia Civil e da Escola de Recursos Naturais da Universidade de Nebraska- Lincoln ( UNL). Sua pesquisa se concentra no desenvolvimento de abordagens e ferramentas baseadas em física para resolver problemas relacionados com a água, incluindo o consumo de água em grandes áreas, utilizando balanço de energia baseado em satélites. A equipe de pesquisa da Dra. Kilic mantém uma estreita parceria com os Distritos de Recursos Naturais para o desenvolvimento e aplicação do METRIC, modelo baseado em evapotranspiração por satélite. Já trabalhou com sensoriamento remoto por satélite para consumo de água de vegetação por mais de 7 anos e tem feito aplicações de evapotranspiração em três países. É membro da Equipe Científica do Landsat USGS / NASA e trabalha com o Google Earth Engine em aplicações para a gestão da água baseada em satélite. Ela ensina Hidrologia , Sistema de Informação Geográfica (SIG) e SIG em cursos de Recursos Hídricos na UNL . Dr. Kilic (anteriormente Irmak ) tem Ph.D e Mestrado em Engenharia Agrícola e Biológica. Universidade da Flórida. Gainesville , e Bacharelado em Engenharia da Irrigação e Estruturas Agrícolas, pela Universidade de Cukurova, Adana,Turquia.

Professor de Engenharia de Irrigação e Diretor de pesquisa no Robert B. Daugherty Water for Food Institute – University of Nebraska (USA). Seus interesses de pesquisa em desenvolvimento são em aplicações de sensoriamento remoto para hidrologia, agricultura irrigada e de monitoramento dos recursos naturais. Desenvolveu um sistema de sensoriamento remoto de baixo custo que tem sido utilizado recentemente para mapear energia espacialmente e evapotranspiração da vegetação ciliar e agrícolas através de monitoramento aéreo. Realizou o mapeamento e monitoramento de toda a agricultura irrigada na República Dominicana por fotografia aérea e sensoriamento remoto e o desenvolvimento de um cadastro de todos os usuários da água de irrigação em um ambiente GIS. Recentemente realizou estágio sabático, com bolsa da FAPESP, no Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Engenharia da Irrigação (INCT-EI) e no Departamento de Engenharia de Biossistemas da ESALQ/USP trabalhando o Sistema de Informação Geográfica do Projeto SAI, no Distrito de Irrigação do Baixo Acaraú, Ceará

Engenheiro Civil Agrícola e Doutor em Engenharia pela Universidade de Nebraska é atualmente Diretor do Departamento de Recursos Hídricos da Faculdade de Engenharia Agrícola da Universidad de Concepción. Ele faz parte da equipe do Laboratório de Pesquisa e Tecnologias para Gestão de Recursos Hídricos na Agricultura, ITECMA2, e faz parte da equipe de gerenciamento do Centro de Pesquisa em Recursos Hídricos para Agricultura e Mineração.Sua pesquisa se concentra principalmente em recursos hídricos, engenharia aplicada a sistemas de irrigação e gerenciamento de água na agricultura. Isso se torna visível através de sua pesquisa visando a irrigação de precisão com pivôs centrais e o estudo da quantidade de água necessária para cada cultura usando imagens de satélite.

Possui graduação em Agronomia pela Universidade Federal do Ceará (1988), mestrado em Irrigação e Drenagem pela Universidade de São Paulo (1992) e doutorado em Engenharia Agrícola e de Biosistemas - University of California - Davis (2000). Atualmente é professor titular da Universidade Federal do Ceará. Tem experiência na área de Engenharia Agrícola, com ênfase em Geoprocessamento, Agricultura de Precisão, Manejo de Irrigação e Otimização.Atualmente é professor associado I da Universidade Federal do Ceará. Tem experiência na área de Engenharia Agrícola, com ênfase em Geoprocessamento, Agricultura de Precisão, Manejo de Irrigação e Otimização.

 

Possui Ph.D em Engenharia Agrícola e Engenharia Civil pela University of Idaho. Atualmente é professor de Engenharia de Recursos Hídricos da Universidade de Idaho. Anteriormente foi professor na Iowa State University e mais efetivamente na Utah State University. Sua especialidade é estimativa da evapotraspiração, eficiência da irrigação e hidrologia. Autor do Manual 56 da FAO (Allen et al., 1998) e um dos autores do ASCE Practices Manual 70 “Evapotranspiration and Irrigation Water Requirements”. Dr. Allen tem se concentrado no desenvolvimento de abordagens baseadas em solucionar problemas relacionados à água na agricultura, principalmente em evapotranspiração sobre grandes áreas via imagens de satélite e desenvolve técnicas de aplicação do modelo METRIC e de outros modelos de evapotranspiração via imagens de satélite. Dr. Richard Allen trabalhou como membro do Landsat Science Team (NASA e U.S. Geological Survey), como consultor para as FAO, Organização Meteorológica Mundial, USAID e para os governos de Portugal e da Espanha. Ele tem realizado pesquisas e consultorias na Índia, Paquistão, Jordânia, Iêmen, Marrocos, Egito, Turquia, Peru, Brasil entre outros. É atualmente o nome mais citado no Google Scholar no tema “irrigation”.

Engenheiro Agrônomo pelo Instituto Superior de Agronomia, Universidade Técnica de Lisboa ( ISA- UTL) em 1969 . Tem Pós-Graduação em Operacional e Hidrologia Aplicada pelo Instituto Federal de Tecnologia de Lausanne , Suíça , de 1972. Ph.D. em Hidrologia pelo Instituto Federal de Tecnologia de Zurique , na Suíça, de 1977. Atualmente é Professor na área de Engenharia Agrícola, especialista em Irrigação, Solo e Conservação da Água e Gestão da Água no Instituto Superior de Agronomia da Universidade de Lisboa, ISA -UTL , desde 1980. Além disso, atua como Pesquisador pelo Biosystems Engineering, ISA – UTL. Pesquisador renomado e consultor internacional em vários projetos de irrigação em vários países, ele é autor de importantes artigos em periódicos científicos internacionais. O Dr. Luis Santos Pereira é um dos autores do Manual da FAO 56 e juntamente com o Dr. Richard Allen e Dr. Dirk Raes, discutirá durante o INOVAGRI INTERNATIONAL MEETING , o passado e o futuro deste estudo que é a referência para a irrigação no mundo.

 

Ph.D. em Climatologia Agrícola pela Universidade do Estado de Iowa, Ames, Dr. Snyder possui especialidade em biometeorologia, climatologia, manejo da irrigação, modelagem de evapotranspiração, proteção contra geadas, balanço de energia em áreas irrigadas e análise de riscos climáticos. Foi um dos criadores do California Irrigation Management Information System (CIMIS). Atualmente é especialista em Meteorologia da University of Califórnia, Davis e trabalha com o Departamento de Recursos Hídricos da Califórnia em diversos Projetos.

Possui graduação em Agronomia pela Universidade Federal de Viçosa (1990), mestrado em Engenharia Agrícola pela Universidade Federal de Viçosa (1992) e doutorado em Engenharia de Biossistemas pela University of Tennessee (2003). Atualmente é pesquisador A da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária e professor do quadro permanente da Universidade Federal do Ceará. Tem experiência na área de Engenharia Agrícola, com ênfase em Irrigação, atuando principalmente nos seguintes temas: manejo de irrigação, reuso de águas para irrigação e cultivo sem solo.

Graduada em Agronomia pela Universidade Federal Rural de Pernambuco, Mestre em Agronomia (Ciências do Solo) pela Universidade Federal Rural de Pernambuco e Doutora em Solos e Nutrição de Plantas pela Universidade Federal de Viçosa. Pós-Doutorado em: Ecosystem Science and Management pela Texas A & M University e em Solos e Nutrição de Plantas pela Universidade Federal de Viçosa. Professora Associada da Universidade Federal Rural de Pernambuco. Linhas de pesquisa: solos salinos e sódicos, manejo e recuperação de solos afetados por sais, solos de semi-árido, qualidade de água de irrigação, matéria orgânica, fitorremediação de solos salinos. Professora Permanente do Programa de Pós-Graduação em Ciência do Solo da UFRPE.

Possui graduação em Agronomia pela Universidade Federal Rural do Semi-Árido, mestrado em Engenharia Agrícola pela Universidade Federal de Campina Grande, doutorado em Agronomia pela Universidade de São Paulo – USP/ESALq e Pós doutorado pela Universidade da Califórnia Riverside (UCR) – US Salinity Laboratory . Atualmente é professor Associado II da Universidade Federal Rural do Semi-Árido; Bolsista de Produtividade em Pesquisa – Nível 1 D e Coordenador do Programa de Pós Graduação em Manejo de Solo e Água. Tem experiência na área de manejo ecológico e conservação dos solos e da água, com ênfase em tecnologia sociais de convivência com o semiárido, atuando principalmente nos seguintes temas: agricultura familiar camponesa e educação do campo, reuso de água na agricultura, captação e armazenamento de água, manejo e controle da salinidade na agricultura e reaproveitamento de resíduos biodegradáveis.

Possui Graduação em Engenharia Agrícola pela Universidade Federal da Paraíba (1999). Ingressou, em abril de 2000, no Programa de Pós-Graduação em Engenharia Agrícola, área de concentração Irrigação e Drenagem, em nível de mestrado, na Universidade Federal de Viçosa UFV, concluindo em março de 2002. Em setembro de 2002 ingressou no Programa de Pós-Graduação em Engenharia Agrícola, área de concentração Recursos Hídricos e Ambientais, da UFV, tendo concluído em fevereiro de 2005. Durante o período de 05 de 2005 a 02 de 2007 desenvolveu atividades de ensino, pesquisa e extensão na Universidade Federal de Campina Grande - UFCG como bolsista PRODOC/CAPES. Também atuou na Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba - CODEVASF entre fevereiro de 2007 a março de 2009 na Unidade de Apoio Hidriagrícola da 2ª Superintendência Regional como Chefe Geral. No período entre 2012 a 2014 foi Presidente da Associação Brasileira de Captação e Manejo de Água de Chuva - ABCMAC. Entre março de 2013 a novembro de 2015 foi Diretor Substituto do Instituto Nacional do Semiárido - INSA/MCTI. Atualmente, é pesquisador na Área de Recursos Hídricos e Diretor do INSA/MCTI.

Engenheira Agrônoma (Universidade de Córdoba, Espanha) e PhD em Fisiologia Vegetal (CSIRO e da Universidade Nacional da Austrália, Austrália). Realiza pesquisa participativa em agricultura de conservação do solo e da água, intensificando a produção agrícola e desenvolvimento de sistemas viáveis ​​de acordo com critérios definidos pelas partes interessadas. Em particular: i) melhoria da produção irrigada sustentável de culturas locais para aumentar a segurança alimentar em áreas de risco e, ii) o aprofundamento em sistemas de agricultura de conservação viáveis ​​no sul da Espanha e da África para a conservação da água e do solo.

Assistente de Extensão Cooperativa no Departamento de Terra, Ar e Recursos Hídricos, da Universidade da Califórnia, Davis, especializado em gestão da água na agricultura e irrigação. Zaccaria completou seu Ph.D em engenharia civil e ambiental na Universidade Estadual de Utah. Ele atuou como Scientific Officer no Centro Internacional de Estudos Avançados do Mediterrâneo Agronômica na Itália antes de ingressar na faculdade UC Davis em 2013. Seu trabalho se concentra em unir soluções modernas de gestão da água na agricultura para melhorar a eficiência dos recursos na agricultura irrigada. A eficiência dos recursos visa dissociar o crescimento económico encargos ambientais. Quando este conceito é aplicado à agricultura irrigada, isto exige que o projeto e gestão de sistemas de irrigação permitam aos produtores a aumentar os lucros econômicos de atividades agrícolas, sem gerar efeitos ambientais adversos. Ele ajuda os agricultores a otimizar a gestão do solo, água e energia, e encontrar as melhores práticas para irrigação eficiente e sustentável. Quando o trabalho é ao nível de distrito e de projeto, ele utiliza abordagens analíticas para a avaliação de indicadores e modernização dos sistemas de irrigação. Seu objetivo final é melhorar a gestão da água na agricultura irrigada na Califórnia, usando abordagens de resolução de problemas em cooperação com os produtores, organizações de agricultores, conselheiros municipais e órgãos de gestão da água.

Graduou-se em Engenharia Agronômica (1987) e Mestrado (1991) em Agronomia (Produção Vegetal) pela Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias de Jaboticabal - UNESP (1987) e Doutorado em Irrigação e Drenagem pela Escola Superior Luiz de Queiroz - USP (1995). É Professor Titular da Universidade Estadual Paulista - Campus de Ilha Solteira. Foi Chefe do DEFERS - Departamento de Fitossanidade, Engenharia Rural e Solos no período de 2001 a 2003 e 2005 a 2009. Tem experiência na área de Engenharia Agrícola, com ênfase em Irrigação e Drenagem, atuando principalmente nos seguintes temas: agricultura irrigada, sistemas de irrigação, agrometeorologia, hidrologia e fertirrigação. É Professor e Orientador no curso de Agronomia na UNESP Ilha Solteira e nos Programas de Pós-Graduação em Sistemas de Produção e Mestrado Profissional em Gestão e Regulação de Recursos Hídricos (PROFÁGUA) na UNESP Ilha Solteira e em Irrigação e Drenagem na UNESP Botucatu. É Relator Ad-Hoc de algumas Revistas Técnicas brasileiras e também da FAPESP.

Graduado em Agronomia pela Universidade Federal de Viçosa (1981-1984). Mestre em Agronomia (Irrigação e Drenagem) [Esalq] pela Universidade de São Paulo (1986-1989). Doutor em Agronomia (Solos e Nutrição de Plantas) [Esalq] pela Universidade de São Paulo (1989-1992). Pós-Doutor em física do solo e modelagem em agricultura junto à Universidade da Califórnia (1993-1995) (Fapesp). Engenheiro I pela Companhia de Desenvolvimento do Vale do São Francisco (Codevasf, 1985-1989). Professor Auxiliar de Ensino pela Esalq/USP (1989-1992). Professor Doutor pela Esalq/USP (1992-2000). Livre-Docente (1999) em Fitotecnia junto ao Departamento de Produção Vegetal [Esalq] da Universidade de São Paulo. Professor Associado (2000-2006). Atualmente é Pesquisador Científico do CNPq (1A), Professor Colaborador da Fundação Getúlio Vargas, Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Fitotecnia (1998-2002, 2008-2010 e 2014-2017), Chefe do Departamento de Produção Vegetal (2002-2006 e 2008-2012), Professor Titular (desde 2006) do Departamento de Produção Vegetal, Vice-Diretor da Esalq (Quadriênio 2015-2018) e Diretor da Esalq (Quadriênio 2019-2022), Universidade de São Paulo. Tem experiência nacional (24 estados: AL, AP, AM, BA, CE, DF, ES, GO, MA, MT, MS, MG, PA, PB, PR, PE, PI, RJ, RN, RS, SC, SP, SE e TO) e internacional (51 países: África do Sul, Alemanha, Argentina, Austrália, Áustria, Bélgica, Benin, Burkina Faso, Canadá, Chile, China - Hong Kong, Cingapura, Cisjordânia, Colômbia, Dinamarca, Equador, Eslováquia, Eslovênia, Estônia, Espanha, Estados Unidos da América [33 estados: AK, AL, AR, AZ, CA, CO, DC, FL, GA, HI, IA, ID, IL, IN, KY, LA, MI, MO, MS, MT, NE, NJ, NM, NV, NY, OH, OK, OR, TX, UT, WA, WI e WY], Finlândia, França, Grécia, Guiana, Holanda, Hungria, Índia, Indonésia, Inglaterra, Israel, Itália, Japão, Luxemburgo, Malásia, Marrocos, México, Mônaco, Noruega, Paraguai, Polônia, Portugal, República Tcheca, Rússia, Suécia, Suíça, Suriname, Togo, Turquia, Uruguai e Vaticano) na área de Agronomia, com ênfase em Modelagem em Agricultura.Engenheira Agrônoma (Universidade de Córdoba, Espanha) e PhD em Fisiologia Vegetal (CSIRO e da Universidade Nacional da Austrália, Austrália). Realiza pesquisa participativa em agricultura de conservação do solo e da água, intensificando a produção agrícola e desenvolvimento de sistemas viáveis ​​de acordo com critérios definidos pelas partes interessadas. Em particular: i) melhoria da produção irrigada sustentável de culturas locais para aumentar a segurança alimentar em áreas de risco e, ii) o aprofundamento em sistemas de agricultura de conservação viáveis ​​no sul da Espanha e da África para a conservação da água e do solo.

PhD em Agronomia, UCO, Espanha. Desenvolve pesquisa em engenharia, hidrologia de conservação da água de irrigação e do solo em sistemas agrícolas irrigados, em estudo das políticas e práticas de gestão de água que são de interesse social e consistente com a preservação e restauração do ambiente natural. Atua na pesquisa sobre sistemas de irrigação em grandes bacias e pequenos campos irrigados. Parte dessa pesquisa é feita nos países pobres, visando a segurança alimentar e a equidade social. Seus métodos e técnicas de pesquisa incluem testes, monitoramento “experimentos naturais”, modelagem, sensoriamento remoto e análise espacial.

Possui doutorado em Engenharia de Irrigação da Universidade Técnica de Lisboa e vem trabalhando há mais de 20 anos em engenharia agrícola e gestão de recursos hídricos. Atuou como professor universitário no Instituto Politécnico de Bari (Itália) entre 2007 e 2012. Suas atividades técnicas e científicas foram combinadas com a gestão de muitos projetos de desenvolvimento relacionados com a água no Sul da Europa, Norte da África e Oriente Médio, também em cooperação com centros de pesquisa internacionais e universidades. É autor de mais de 80 publicações em revistas científicas e livros, revisor de várias revistas científicas e autor da FAO Irrigação e Drenagem paper n. 59. Ingressou no CIHEAM Bari Institute em 1986, onde é o chefe da Land & Water Department desde 2005. Vem trabalhando com análise de desempenho e gestão de sistemas de distribuição em larga escala, novas tecnologias de distribuição de água e modelagem para o desenvolvimento em condições de escassez de água, além de modelos de governança para usuários de água.

Engenheiro Agrônomo, Especialista em Irrigação e Drenagem, desenvolve estudos de viabilidade, tendo participado de diversos Planos Diretores de Recursos Hídricos, dezenas de projetos de adutoras, irrigação, estudos voltados para economia de água, eficiência e conversão de sistemas de irrigação, estudos de energia elétrica voltada para irrigação, implantação de sistema nacional de preços de equipamentos de irrigação, estudos hidráulicos diversos, tendo sido co-autor de trabalhos agraciados com a Menção honrosa no Bahia Ambiental 2005, PRÊMIO ECO 2009, Selo Verde ECOLMÉIA 2011, 4° colocado no Prêmio ANA 2010, Prêmio Fundação Banco do Brasil 2013, dentre outros. Atualmente é engenheiro agrônomo da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaiba - DF. 

Possui Graduação em Agronomia, Mestrado em Agronomia - Irrigação e Drenagem e Doutorado em Engenharia Civil - Recursos Hídricos. Atua como Pesquisador na Embrapa Agroindústria Tropical nos seguintes temas: recionalização do uso da água na agricultura; definição das necessidades hídricas de fruteiras e flores tropicais, impacto das mudanças climáticas e adaptação na agricultura irrigada tropical.

É professor de Engenharia Agroflorestal na Faculdade de Engenharia Agrícola de Albacete e diretor do Centro Regional de Pesquisa da Água (CREA) de Castilla – La Mancha Universidade. Ele tem experiência profissional de mais de 30 anos dedicados ao ensino e pesquisa no problema de água e energia na irrigação, trabalhando para melhorar o projeto e operação de sistemas de distribuição de água e ajudando a agricultura irrigada como uma atividade sustentável. Autor de livros e monografias especializadas, geralmente em colaboração com outros autores. Ele tem mais de 100 artigos publicados (Gestão Agricultural da Água, Agronomy Journal, Ciência Irrigação, J. Engenharia de Irrigação e Drenagem, Transação de ASAE, Espanhol Journal of Agricultural Research, etc) e foi o diretor de mais de dez de doutorado.

 Coordenador do Programa de uso eficiente da água no Departamento de Recursos Hídricos da Califórnia coordenando também o Programa CIMIs (Sistema de Informação e Gerenciamento do Manejo da Irrigação na Califórnia). Ele é autor de diversos softwares e publicou diversos papers sobre manejo da irrigação em periódicos científicos importantes. Em suas atividades no DWR, ele realiza estudos, desenvolvimento e manutenção de modelos para melhorar a demanda de água, atuais e futura para a atualização de Plano de Água da Califórnia. Sua equipe coleta, organiza e realiza a análise preliminar dos dados geográficos e tabulares relativos à agricultura, paisagem urbana, mata ciliar, água e vegetação nativa usando programas de computador (aplicativos), sistemas de gerenciamento de banco de dados e sistemas de informação geográfica.

Kurtural é um especialista assistente em extensão cooperativa em viticultura no Departamento de Viticultura e Enologia. Ele está sediado na Estação Oakville do departamento, um vinhedo de pesquisa de 40 acres em Napa Valley. Kurtural recebeu seu Ph.D. em biologia vegetal da Southern Illinois University Carbondale. Ele foi professor associado em viticultura e enologia no Fresno State antes de ingressar no corpo docente da UC Davis em 2015.

Doutor em Ciências – Área de Concentração em Irrigação e Drenagem pela ESALQ/USP (2009) com estágio “sanduíche” em Córdoba – Espanha, no Instituto de Agricultura Sostenible (IAS/CSIC). Realizou estágio pós-doutoral na Universidade da Califórnia-Davis, de 2012 a 2013 desenvolvendo pesquisa voltada para modelos de serviços de assessoramento ao irrigante e agroclimatologia. Foi professor do Instituto CENTEC de agosto de 2001 a fevereiro de 2011. Em janeiro de 2007 foi um dos fundadores do Instituto de Pesquisa e Inovação na Agricultura Irrigada – INOVAGRI. Participa da equipe executora de diversos projetos e dentre eles pode-se destacar o Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Engenharia da Irrigação (INCT-EI), onde assessora nas atividades deste INCT que tem sede na ESALQ/USP. Em 2012, coordenou os Cursos de Manejo da Irrigação e Avaliação de Sistemas de Irrigação realizados pela Agência Nacional de Águas ANA, em 18 polos de agricultura irrigada do Brasil. Atualmente coordena regionalmente o Projeto Serviço de Assessoramento ao Irrigante – SAI, projeto executado no Distrito de Irrigação do Baixo Acarau-CE.Atualmente exerce o cargo de Secretário Executivo do Agronegócio da Secretaria do Desenvolvimento Econômico e Trabalho do Governo do Estado do Ceará, planejando e desenvolvendo ações, planos, projetos e parcerias que visem à geração de oportunidades de investimentos e ao desenvolvimento do setor do agronegócio cearense. Foi membro do Conselho Deliberativo do SEBRAE/Ceará de janeiro de 2017 a agosto de 2018. Atualmente representa a ADECE como membro titular no Conselho Superior da Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico ? FUNCAP e no Conselho de Recursos Hídricos do Ceará - CONERH. Representa a Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Ceará - FAEC na Comissão Nacional da Irrigação da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil - CNA.

Professora adjunta assistente da Universidade da Califórnia de Davis. Mestre em Física - Universidade de Milão, Itália ,Ph.D. Engenharia Ambiental - ETH Zurich, Suíça.

 

Obteve o título de Ph.D. em Engenharia Agrícola pela Universidade da Flórida 2010, mestrado em Engenharia de Irrigação pela Universidade Estadual de Uta em 2004 e cursou Graduação em Engenharia Agrícola na Universidade Agrícola de Gujarat em 2000. Recebeu o prêmio de liderança pela California Climate and Agriculture Network (CalCAN), 2019. Especialista em Adaptação Climática em Ag .UC Merced - Instituto de Pesquisa Sierra Nevada, CA.

Faz parte do corpo acadêmico da Universidade de Valparaíso, La Palma, Quillota (Chile); Engenheiro Agrônomo pela Universidade do Chile, Chile.Mestre em Ciências Agrárias com especialização em Produção Agrícola, Universidade do Chile, Chile.Doutor em Engenharia de Sistemas Biológicos pela University of California, Davis, EUA. .Sua linha de pesquisa - Gerenciamento de água e Instrumentação

Graduado em Agronomia pela UFC (1982), Mestre em Agronomia (Irrigação e Drenagem) pela UFC (1988) e Doutor em Irrigação e Drenagem pela Esalq/USP (1994). Atualmente é Professor Titular da UFC. Linhas de trabalho: Irrigação por Superfície, Drenagem Agrícola, Alocação de recursos em agricultura irrigada.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fortaleza, Ceará

‎+55 85 99920-7566
inovagri@inovagri.org.br
evento@inovagri.org.br
CONTATO

Cursos Populares

Aguarde o lançamento da plataforma educacional online.

Inovagri International Meeting 2019

O EVENTO LOCAL PROGRAMAÇÃO PALESTRANTES CRONOGRAMA DE INSCRIÇÕES ARTIGOS COMISSÃO

Inscrição no evento

Clique no link abaixo e faça a sua inscrição no Inovagri International Meeting 2019:
INSCREVA-SE AQUI

Faça o login abaixo:
LOGIN

© INOVAGRI - Todos os direitos reservados.