ADUBAÇÃO FOLIAR COM LODO DE CURTUME LÍQUIDO NO DESENVOLVIMENTO E QUALIDADE DE MUDAS DE MARACUJÁ-AMARELO - DOI: 10.7127/rbai.v12n200762

Sávio Silva Berilli, Lucas Cellim Pereira, Ana Paula Braido Pinheiro, Eline Paula Figueira Cazaroti, Ramon Amaro de Sales, Cássio Furtado Lima

Resumo


O aproveitamento de resíduos industriais na agricultura possibilita à discussão de um relevante tema voltado a sustentabilidade das indústrias e economia aos produtores que vislumbram a substituição de adubos minerais por novas alternativas. O lodo de curtume é um resíduo rico em elementos essenciais aos vegetais com potencial de uso na forma de fertilizantes, portanto, deve ser testado em culturas relevantes, como a do maracujazeiro-amarelo, o qual está entre as principais frutas tropicais comercializadas no Brasil. Objetivou-se com este trabalho avaliar o efeito da adubação foliar com lodo de curtume líquido em diferentes dosagens na produção de mudas de maracujá-amarelo (Passiflora edulis f. flavicarpa). Para tanto, utilizou-se o delineamento em blocos casualizados com seis tratamentos e seis repetições. Os tratamentos constaram de diferentes diluições de lodo de curtume em água, aplicados semanalmente na parte aérea das mudas em desenvolvimento. Foi observado que a aplicação de doses acima de 263 mL lodo de curtume na parte aérea das plantas proporcionou as mudas de maracujá-amarelo desenvolvimento igual ou superior ao convencional na maioria das características avaliadas. O aumento das doses de lodo de curtume proporcionou as mudas ganhos lineares em suas características de desenvolvimento, sendo possível a utilização de lodo de curtume para fins de adubação foliar de mudas de maracujazeiro como fonte alternativa a adubos químicos.

Palavras-chave


Resíduo orgânico; Propagação; Fruticultura

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Brasileira de Agricultura Irrigada - RBAI

ISSN: 1982-7679

E-mail: revista@inovagri.org.br

+55 85 32681597