DESEMPENHO AGRONÔMICO DA CULTURA DO MILHO SOB DIFERENTES ARRANJOS ESPACIAIS NO NORDESTE BRASILEIRO - DOI: 10.7127/rbai.v12n500946

Valberto Rômulo Feitosa Pereira, Carlos Alessandro Chioderoli, Daniel Albiero, Alexsandro Oliveira da Silva, Elivania Maria Sousa Nascimento, Paulo Ricardo Alves dos Santos

Resumo


O objetivo com este trabalho foi avaliar o desempenho agronômico do milho em função da população de plantas e espaçamentos entre linhas em um Argissolo Vermelho Amarelo no nordeste brasileiro. O experimento foi realizado em área pertencente à Universidade Federal do Ceará, Fortaleza - CE, com delineamento em blocos casualizados no esquema fatorial 2 x 2, com 20 repetições, sendo os tratamentos constituídos por duas populações (45.000 e 65.000 plantas ha-1) e dois espaçamentos (0,45 e 0,90 m). Avaliou-se a produção por hectare, número de espigas por hectare, plantas por hectare, altura da planta, altura de inserção da 1ª espiga, massa seca total, número de grãos por fileiras, número de fileiras, emergência e diâmetro do colmo. Observou-se diferenças significativas entre a população e o espaçamento para a produção por hectare, espigas por hectare, plantas por hectare e emergência. A população de 65.000 plantas ha-1 no espaçamento de 0,90 m proporcionou incremento na produção por hectare, espiga por hectare e emergência, quando comparadas à população de 45.000 plantas ha-1 e espaçamentos entre linhas de 0,45 m.

 


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Brasileira de Agricultura Irrigada - RBAI

ISSN: 1982-7679

E-mail: revista@inovagri.org.br

+55 85 32681597